Minha casa Minha Vida: Como funciona e como se inscrever

O Minha Casa Minha Vida é um programa habitacional do Governo Federal, que visa financiar a moradia de milhões de brasileiros, facilitando o pagamento com baixos juros e prestações que caibam no bolso das famílias. Criado em 2009, o programa possui financiamentos de habitação na área Urbana e Rural e oferece ainda um valor em subsídio que varia de acordo com a renda familiar.

Para financiamentos da categoria Urbana, o programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) é divido em três opções de financiamento de acordo com a faixa de rendas:

  • Faixa 1: Até R$ 1.600
  • Faixa 2: Até R$ 3.100
  • Faixa 3: Até R$ 5.000

Cada faixa tem um valor diferente de subsídio, quanto maior a renda, menor o valor do subsídio oferecido pelo governos. Já para a área rural, as faixas de renda são anuais: até R$ 15 mil (faixa 1), até R$ 30 mil (faixa 2) e até R$ 60 mil (faixa 3).

O valor máximo oferecido pelo MCMV atualmente para financiamento é de R$115 mil, que podem ser usados para compra de terrenos, construção, reforma ou ampliação. Os juros do financiamento variam de acordo com o tempo de trabalho sob regime do FGTS. Se possui mais de 3 anos de carteira assinada, os juros são de 4,5%, caso contrário, os juros serão de 5%.

minha casa minha vida

Para saber quais serão os valores do financiamento do programa de acordo com sua renda, valor do imóvel e período de trabalho sob FGTS, basta utilizar o Simulador Caixa. Entre com os valores e confira o resultado da simulação. Veja abaixo como se inscrever no programa

Como se inscrever no Minha Casa Minha Vida

O primeiro passo a se dar por aqueles que desejam se inscrever no Minha Casa Minha Vida, é se dirigir até um correspondente da Caixa Econômica mais próxima de sua casa. Estas agências são responsáveis em informar o cidadão sobre todos os processos que deverão ser cumpridos.

De ante mão, o cidadão precisa cumprir alguns requisitos para entrar no programa, são eles:

  • Não ter imóvel em nome do solicitante do financiamento
  • Não tem o nome registrado em nenhum serviço de proteção de crédito, como SPC e Serasa.
  • Ter uma renda que não ultrapasse o valor de R$5.000 mensais (necessário comprovação por demonstrativo, holerite, declaração de imposto ou Decore.)

Dependendo do tamanho de sua cidade, podem existir várias destas agências que auxiliam a ingressar no Minha Casa Minha Vida. Caso tenha dúvida procure a agência bancária da Caixa para que possam lhe direcionar até um correspondente.

Sem dúvidas este programa do governo é uma das melhores formas de você realizar o sonho de ter a casa própria. O Minha Casa Minha Vida já entregou mais de um milhão de casas e até 2014 entregará mais um milhão.

p>Para maiores informações e esclarecimentos, acesse: http://www.caixa.gov.br/novo_habitacao/Minha_Casa/index.asp